Qualidade do Café

Assim como os vinhos, os cafés são bebidas complexas que nos permitem experimentar sabores e odores únicos. A mensuração da qualidade do café é realizada por profissionais especializados, os “Q-Grader”.

Um “Avaliador Q” (de qualidade) ou “Q-Grader” é um profissional de degustação e classificação de cafés que recebe uma certificação mundial ligada ao Instituto de Qualidade do Café (Coffee Quality Institute -CQI).

O treinamento e a certificação do “Q-Grader” é baseado na Metodologia SCAA (Associação Americana de Cafés Especiais) de Avaliação Sensorial do café. Segundo esta metodologia, são dez os atributos verificados para obtenção de um Café Especial:

  • Fragrância/Aroma;
  • Uniformidade;
  • Ausência de Defeitos;
  • Doçura;
  • Sabor;
  • Acidez;
  • Corpo;
  • Finalização;
  • Harmonia;
  • Conceito Final.

Cada café recebe uma pontuação em uma escala que vai até 100. É considerado Café Especial, todo aquele que atingir o mínimo de 80 pontos.

 

É um Café Especial todo aquele que atingir no mínimo 80 (oitenta) pontos, identificados como pontos SCAA.

Origem e Qualidade Certificados

O Café Offerenda possui em cada uma de suas embalagens um selo de Origem e Qualidade Certificados. Através do QR-Code presente nestes selos é possível verificar a origem, as características e a qualidade do café presente em cada embalagem, certificadas pela Denominação de Origem – Região do Cerrado Mineiro.

 

Característcas das Safras do Café Offerenda

 

O Café Offerenda da safra 2017/2018 é um café da variedade Catuaí Amarelo, plantado a 1.240 metros acima do nível do mar, preparado pelo método de seca natural, colhido no mês de agosto de 2017, e que repousou em tulhas de madeira por um período de 60 dias antes de ser beneficiado e classificado para chegar até o consumidor.

Características da Avaliação Sensorial

  • Pontuação SCAA:  82,75 pontos
  • Peneira:  16/17/18
  • Sabor: Notas de caramelo, levemente a frutas amarelas
  • Finalização: Longa e suave
  • Acidez: Equilibrada
  • Corpo: Moderado

 

A safra 2016/2017 foi de um café da variedade Acaiá Cerrado MG – 1474, plantado a 1.240 metros acima do nível do mar, preparado pelo método de seca natural, colhido no mês de agosto de 2016, e que repousou em tulhas de madeira por um período de 40 dias. Esta safra foi dividida em dois lotes, sendo um para o café Moído e outro para o café em Grão.

Café Torrado e Moído

  • Pontuação SCAA:  83,5 pontos
  • Peneira:  15/16
  • Fragrância: Notas de açucar caramelizado
  • Sabor: Doce e castanhas torradas
  • Acidez: Média e cítrica
  • Corpo: Amanteigado

Café Torrado em Grão

  • Pontuação SCAA:  83,0 pontos
  • Peneira:  17/18
  • Fragrância: Notas delicadas de caramelo
  • Sabor: Doce, com toque de laranja
  • Acidez: Delicadamente cítrica
  • Corpo: Cremoso